Já se cadastrou?

SAIR

 
 
FaceBookTwitterGoogle+

Basílica de Sacré Cœur

A basílica do Sagrado Coração (basilique du Sacré-Cœur) é uma das principais atrações arquitetônicas de Paris e uma das igrejas mais famosas do mundo. Foi projetada e inspirada na arquitetura romana e bizantina, influenciando outros edifícios religiosos do século XX.

SacreCoeur
Situada na parte alta de Paris, Sacré-Cœur pode ser vista de longe. foto: Bryan Allison

Este templo da Igreja Católica também é o grande ícone do bairro de Monte Martre. A basílica está localizada no topo de Montmartre, o ponto mais alto da cidade. A basílica do Sagrado Coração foi construída com mármore travertino extraído da região de Seine-et-Marne, o que lhe proporciona uma tonalidade branca.

 A basílica tem o formato de cruz grega adornada por quatro cúpulas, incluindo a cúpula central de oitenta metros de altura. Uma torre serve de campanário a um sino de três metros de diâmetro e de mais de 26 toneladas.

Sacre-CœurA ideia de construir um templo dedicado ao Sagrado Coração surgiu depois da guerra Franco-Prussiana (1870), como pagamento da promessa feita por Alexandre Legentil e Hubert Rohault de Fleury de erguer uma igreja caso a França sobrevivesse às investidas do exército alemão. O arquiteto Paul Abadie projetou a basílica depois de vencer um concurso com mais de 77 arquitetos, mas ele morreu em 1884, logo após o início da obra.

O estilo é marcado por influências românicas e bizantinas. Muitos elementos da basílica são baseados em temas nacionais: o pórtico, com três arcos, é adornado por duas estátuas de Santa Joana D'Arc e do Rei São Luís IX e o sino de dezenove toneladas (um dos mais pesados do mundo), refere-se à anexação de Saboia em 1860.

A construção começou em 1875 e foi concluída em 1914, embora a consagração da basílica tenha ocorrido apenas após o final da Primeira Guerra Mundial.

Os jardins da Basílica de Sacré Coeur

A basílica está construída em rocha de travertino obtida do Château-Landon (Seine-et-Marne), na França. Essa rocha constantemente dispersa cálcio, o que garante a cor branca da basílica mesmo com as chuvas e a poluição. O mosaico no ápice, chamado "Cristo em majestade", é um dos maiores do mundo. A basílica possui um jardim para meditação, com uma fonte.

O topo é aberto aos turistas e reserva uma vista espetacular da cidade de Paris. Câmeras e outros aparelhos eletrônicos são proibidos no interior da basílica.